6 ideias que vão motivar você a planejar sua aposentadoria

PRE_FB_SEMCICLO_DICASDINDIN_AWARENESS_CNS_BLOG_PFA hora certa de se aposentar varia para cada pessoa, assim como os objetivos. Enquanto alguns desejam parar de trabalhar por completo, outros preferem usar o tempo disponível para desenvolver novos projetos. A questão é que muitas vezes focamos nossos interesses no tempo presente e deixamos em segundo plano aquilo que imaginamos para o nosso futuro.

Seja realista: você deve se imaginar tomando sol de frente para uma piscina quando a idade de se aposentar chegar. Mas o que tem feito, na prática, para que esse sonho se materialize futuramente?

Listamos abaixo uma série de objetivos comuns a quem deseja um futuro com tranquilidade. Com base neles, a intenção é trazer motivação para que você encare sua previdência privada como prioridade desde já.

1) Viajar com mais frequência

Quantas vezes você adiou aquela viagem ao exterior? Deixou de conhecer uma praia em algum paraíso perdido por estar atarefado demais no trabalho? Para muitos, quando a aposentadoria chega é hora de colocar o diário de bordo em dia. Com maturidade e experiência, você poderá aproveitar ainda mais os lugares que ainda não explorou no mapa.

2) Desenvolver um hobby

O cotidiano atarefado do trabalho nem sempre permite que um hobby realmente seja desenvolvido da forma como merece. Em algumas etapas da vida, ele pode funcionar como válvula de escape. E se você puder dedicar mais tempo para aflorar seus talentos? Esse pode ser um excelente período da vida para descobrir uma nova paixão.

3) Mais tempo com os familiares

Por muitas vezes lamentamos os momentos que gostaríamos ter presenciado, mas fomos impedidos pelos compromissos profissionais. Reuniões de escola perdidas, passeios cancelados, aqueles dias em que você desejou chegar em casa um pouco mais cedo para ajudar os filhos com a lição de casa. Depois de se aposentar, tudo isso pode ser aproveitado com tranquilidade. Tardes explorando novas receitas com os filhos e netos, tempo para passear no parque, viajar nos feriados e nas férias escolares – enfim, desfrutar de tudo que há de bom na companhia dos familiares.

4) Flexibilidade de horário

Para aqueles que não desejam interromper por completo as atividades profissionais, a vantagem de se aposentar é ter a flexibilidade de organizar a agenda como quiser. O ritmo está muito pesado? O patrimônio da previdência lhe permitirá cancelar o trabalho excessivo e organizar a demanda de acordo com a sua vontade e disponibilidade.

5) Desenvolvimento de novos projetos

Lembra-se daquele projeto profissional que ficou inacabado ou nem mesmo saiu do papel por falta de tempo? Que tal revisitá-lo depois que se aposentar? É um bom momento para aprimorá-lo, buscar parceiros, desenvolver sua ideia com mais calma e detalhamento.

6) Aproveitar o ócio

O ócio serve como combustível para a criatividade. Muita gente costuma encará-lo como desperdício de tempo, mas isso é um equívoco. A liberdade do tempo livre permite que possamos expandir nossos pensamentos e nossas metas. Aproveitar o prazer de dias livres é importante para que você descubra novos interesses.

Para locar ou alugar, o jeito é se preparar.

v2_INS_FB_SEMCICLO_AWARENESS_SEGRESIDENCIAL_AO_BLOG_CNSAlugar uma casa para passar a temporada pode ser uma tarefa bem difícil. Locar a sua casa também pode trazer algumas dores de cabeça. Por isso, preparamos algumas dicas para todo mundo poder aproveitar as férias, seja alugando uma casa ou locando a residência para alguém.

Pesquisa

O primeiro passo para quem está pensando em alugar ou locar é pesquisar. E a internet ajuda e muito nesse processo. Hoje, são diversos sites e aplicativos que facilitam você na pesquisa – alguns voltados principalmente para estadias curtas, como o Airbnb e o Alugue Temporada.

Preço

O valor do imóvel é um grande influenciador na hora de tomar as decisões, mas ele também sofre várias influências. Por isso, claro que as ferramentas digitais estão cada vez mais completas nesse sentido. Aproveite para fazer comparativos, como tamanho do imóvel, número de vagas, se possui piscina, entre outros. Isso vai dar uma noção a você se o preço que tem em mente (seja você locador ou locatário) está dentro da média do mercado e da região.

Localização

Com uma noção melhor do preço, o inquilino precisa prestar atenção também na localização. Verifique se o imóvel é próximo de farmácias, mercados, padarias. Se for no litoral, veja a distância que fica da praia. Para o locatário, a localização influencia no valor do aluguel, junto com a demanda e condição da residência.

Nisso, a internet também pode ajudar: Google Street View e Google Maps são ótimas opções para conferir sem sair de casa.

Fotos

Preste atenção nas fotos, pois elas dão indícios se a casa é bem ensolarada ou se está mobiliada de acordo com sua necessidade. Se tiver em dúvida, aproveite o contato no aplicativo ou site para pedir fotos mais atuais ou em outros ângulos.

Se você for locar sua casa, fotografe com câmeras de grande resolução e alta qualidade, isso facilita na apresentação do imóvel, aumentando sua atratividade.

Seguro

Cuidar da casa com um seguro é ótimo tanto para quem vai locar quanto para quem quer alugar. Isso porque o locatário pode ficar tranquilo quanto a serviços de manutenção e outros danos à casa. E quem for alugar a casa já vai sentir-se melhor ao saber que tem o suporte de uma seguradora para qualquer eventualidade. O responsável pelo pagamento das parcelas do seguro pode mudar de acordo com o contrato. Pela Lei do Inquilinato, o dono do imóvel é quem deve pagar esse valor.

Se você quiser conferir todas as vantagens de ter um Seguro Residencial, você pode saber mais sobre as coberturas e vantagens aqui: [link]

Seja qual for o seu lado do negócio, conversar e deixar tudo bem claro é o mais importante. Leia muito bem o contrato e pesquise muito antes de fechar contrato. Como diz o ditado popular ‘o combinado não sai caro’.

Checklist de cuidados com o carro antes de viajar

INS_FB_SEMCICLO_AWARENESS_DICAS_AO_BLOG_CNS_PFViajar com a família ou com os amigos é uma das melhores formas de aproveitar férias, feriados ou aquele tempo que você precisa para sair da rotina. Mas todo o planejamento vale a pena quando não bate de frente com imprevistos, principalmente imprevistos com o carro. Por isso, separamos um checklist para você conferir antes de colocar o pé na estrada.

  • Calibrar os pneus

Esse é geralmente o primeiro a ser riscado da lista, então nem precisamos falar muito, né? Inclua o estepe nessa. Não se esqueça!

  • Combustível

Faça o cálculo do combustível necessário e se puder, complete o tanque. Abasteça em postos de sua confiança e evite viajar com um combustível velho, ou seja, se o carro estiver mais de dois ou três meses parado. Isso porque o combustível pode oxidar e dar problemas na viagem.

  • Filtros de ar, óleo e lubrificante

Quando for trocar o óleo, troque o filtro também, assim você aumenta a vida útil do lubrificante.

  • Limpador de para-brisa

Confira se as lâminas e as borrachas estão em bom estado e bem encaixadas. Lave-as apenas com água.

  • Freios

Preste atenção no seu companheiro de estrada. Barulhos, pedal duro e trepidações são sinais de que os freios merecem uma checagem. Cheque o nível do fluido do freio e possíveis vazamentos.

  • Radiador

Você sabia que o líquido de arrefecimento do motor tem data-limite de troca? Confira isso com seu mecânico, aproveite e peça uma revisão da válvula termostática, do radiador, da bomba-d’água, da ventoinha e dos marcadores de temperatura do painel.

  • Sistema elétrico, faróis e lâmpadas

Sinalização é fundamental para uma viagem mais segura, tanto para você quanto para quem está dividindo a estrada com você. Verifique o funcionamento dos dispositivos elétricos e das luzes do seu carro, evite imprevistos caso pegue chuva ou neblina.

Agora que você já fez uma revisão e riscou todos esses itens da lista, pode colocar o pé na estrada e aproveitar sua viagem. Tenha o telefone do seu seguro sempre com você; assim qualquer imprevisto pode se tornar algo fácil de resolver.